O equilíbrio de todo dia

Cada dia é um novo capítulo na jornada de uma pessoa em sua vida na Terra. Todo dia é uma chance de se descobrir mais, se aproximar daquilo que realmente te importa, daquilo que te faz brilhar e expandir. Todo dia pode ser um novo recomeço, um esvaziamento contínuo, se voce souber enxergar assim.

E estou dizendo todo dia de forma literal: todos os dias. Não é só nas férias, no final de semana, no SPA, no retiro espiritual ou "quando der", "se der", "se eu não acabar o trabalho muito tarde". Todo dia é uma imensa possibilidade na vida de um indivíduo; a possibilidade de ele ser uma pessoa muito melhor e capaz de criar e transformar muito mais o mundo em que vivemos. A possibilidade de ele ser mais sincero com quem é e poder ajudar muito mais pessoas, poder emanar muito mais energia. Mas é preciso encontrar o seu caminho.

Para encontrar o próprio caminho é preciso todos os dias perceber qual trecho se está trilhando do caminho. São muitos fatos e variáveis acontecendo ao mesmo tempo na vida, somos humanos, orgânicos, em constante transformação e paixão. É fácil sair do caminho, se apegar às pequenas ilusões do mundo material (cotidiano) e por alguns instantes, ou meses, ou anos, se perder na busca de algo passageiro e vazio, algo que não vai te ajudar a realizar melhor sua missão na Terra.

É comum as pessoas se apegarem a coisas e fatos que elas pensam que podem preenchê-las e realizá-las, quando, na verdade, estão satisfazendo algum capricho do ego. Caprichos como necessidade de status social, um cargo mais alto, mais dinheiro, mais fama e reconhecimento, mais beleza física, acúmulo de intelectualidade, aprovação, aceitação do grupo, aprovação contínua do parceiro(a) e milhares de outros exemplos, todos pertencentes ao cotidiano humano. Caprichos que, sendo temas cotidianos, materiais, superficiais e passageiros, vão embora. E, quem sabe, depois de muitos meses ou anos (ou nunca, acredito que sinceramente há muitas pessoas que vão embora sem perceber as próprias ilusões) vão deixar apenas um vazio e a sensação de que era possível ter sido alguém melhor, ter feito mais, ter vivido mais, ter aproveitado mais, com mais sinceridade e entrega.

Mas é possível não se apegar a caprichos. É possível viver uma vida humana intensa, plena e com tudo o que se possa desejar (inclusive dinheiro, fama, cargos altos e outros muitos "temas materiais"), mas sem se apegar a eles. Percebendo que são fenômenos superficiais e necessariamente passageiros, e que não trazem, por si, crescimento profundo a uma pessoa. Eles podem sim ser o resultado (ou parte de) um processo de crescimento e encontro de si mesmo; podem ser consequências naturais de períodos altamente frutíferos em termos de autoconhecimento e brilho pessoal.

Voltando ao início: é possível não se perder em caprichos e ilusões, mas é preciso esforço, dedicação diária. Todos os dias são importantes para encontrar o sutil equilíbrio que nos deixa mais próximos de nós mesmos, de quem somos e do que viemos, sinceramente, fazer aqui. Todo dia é dia de ter alguns instantes para sentir a si mesmo, sentir sobre a própria vida, perceber se o que estamos construindo tem sentido (tem fundamento, faz parte de uma trajetória de crescimento) ou não, se é apenas uma fase e que pelo seu deslumbre material, consegue nos distrair e entreter. Todo dia é dia de respirar fundo por alguns instantes, concentrar e pensar no próprio caminho. Todo dia.



***

Se você quer ficar sabendo quando os próximos vídeos forem lançados, inscreva-se no meu canal do YouTube. Se você quer receber os próximos posts deste blog por email, inscreva-se aqui.

Na coluna da direta deste blog você encontrará os posts mais populares, assim como o arquivo com todos os posts publicados. Se você sentiu falta de algum tema, escreva-me

Até a próxima!

Luiza S. Rezende
Advogada empresarial especializada em startups


auto-consciência, autoconhecimento, concentrar, crescimento pessoal, respirar fundo, Todo dia,
Foto: Zoonar / CrayonStock